O peso que a gente leva

O peso que a gente leva..Olho ao meu redor e descubro que as coisas que quero levar não podem ser levadas. Excedem aos tamanhos permitidos. Já imaginou chegar ao aeroporto carregando o colchão para ser despachado?

As perguntas são muitas... E se eu tiver vontade de ouvir aquela música? E o filme que costumo ver de vez em quando, como se fosse a primeira vez?

Desisto. Jogo o que posso no espaço delimitado para minha partida e vou. Vez em quando me recordo de alguma coisa esquecida, ou então, inevitavelmente concluo que mais da metade do que levei não me serviu pra nada.

É nessa hora que descubro que partir é experiência inevitável de sofrer ausências. E nisso mora o encanto da viagem. Viajar é descobrir o mundo que não temos. É o tempo de sofrer a ausência que nos ajuda a mensurar o valor do mundo que nos pertence.

E então descobrimos o motivo que levou o poeta cantar: “Bom é partir. Bom mesmo é poder voltar!” Ele tinha razão. A partida nos abre os olhos para o que deixamos. A distância nos permite mensurar os espaços deixados. Por isso, partidas e chegadas são instrumentos que nos indicam quem somos, o que amamos e o que é essencial para que a gente continue sendo. Ao ver o mundo que não é meu, eu me reencontro com desejo de amar ainda mais o meu território. É conseqüência natural que faz o coração querer voltar ao ponto inicial, ao lugar onde tudo começou.

É como se a voz identificasse a raiz do grito, o elemento primeiro.

Vida e viagens seguem as mesmas regras. Os excessos nos pesam e nos retiram a vontade de viver. Por isso é tão necessário partir. Sair na direção das realidades que nos ausentam. Lugares e pessoas que não pertencem ao contexto de nossas lamúrias... Hospitais, asilos, internatos...

Ver o sofrimento de perto, tocar na ferida que não dói na nossa carne, mas que de alguma maneira pode nos humanizar.

Andar na direção do outro é também fazer uma viagem. Mas não leve muita coisa. Não tenha medo das ausências que sentirá. Ao adentrar o território alheio, quem sabe assim os seus olhos se abram para enxergar de um jeito novo o território que é seu. Não leve os seus pesos. Eles não lhe permitirão encontrar o outro. Viaje leve, leve, bem leve. Mas se leve.

Pe Fábio de Melo

 

Aqui você vai encontrar os links das principais resenhas publicadas nas redes.

Vale salientar que a Catho, maior site de classificados de empregos do Brasil, também recomendou o livro Mulheres Guerreiras em seu Portal Carreira & Sucesso, na semana do dia Internacional da Mulher de 2015. Vale a pena conferir:goo.gl/Z3eC90

Desbrava(dores) de livros: goo.gl/vWcIB2

Livros, vamos devorá-los: goo.gl/lGmxNI

Resenhando a Arte: goo.gl/D7Z60k

MilkShake de palavras: goo.gl/hDbGQu

Blog Everything But the Books: goo.gl/eIUQdF

Quem gosta de ler: goo.gl/yRLpzS

Livrofagia: goo.gl/Rvh74E

O mundo de Mari: goo.gl/MiQEne

Tenda dos livros: goo.gl/QnQ16Q

Resenhando a Arte by Leonardo Carvalho: goo.gl/5r8vss

Leitura Virtual: goo.gl/pR1eMG

♥♥♥

Tenho outras resenhas, entretanto acho desnecessário mais que onze ok?

Interessante é que no meio dessas onze, três foram feitas por homens: Resenhando a Arte pelo querido e amado Leonardo, Desbrava(dores) de livros pelo já conhecido e respeitadíssimo  Marcos de Sousa, o meu fofo lindo Raphael Sulivã do Quem gosta de ler, lembrando que Raphael tem apenas 13 anos. O Isaac Zedecc bem jovem também, aos 14 anos já leu até livro que contém pornografia, tudo em nome da literatura!hehehehe

O mais interessante disso tudo é que após a leitura dessas resenhas me senti fortificada. Todos os queridos blogueiros(as) foram altamente profissionais e justos em suas colocações. Saber ainda que os homens estão gostando, e mais, os meninos, pásmem! Nunca imaginei que meu livro seria devorado por meninos também. Isso é muito motivador. Cada resenha uma emoção diferente, mas todas muito fortes.

Estou disposta a continuar até o fim. Assim como prometi no livro, vou seguir a carreira de escritora e o segundo livro (é segredo, não contem pra ninguém, rsrsrsrs) já consegui terminá-lo, mas não posso divulgar de forma alguma, pois inscrevi o mesmo num concurso muito importante pra mim, e o edital deixa bem claro a exclusividade. Enfim, concebi um romance bem bonito e emocionante, vocês vão gostar também.Fiquem torcendo por mim. 

Assim que tiver novidades eu falo pra vocês ok?

Obrigada a todos, do fundo do meu coração.

Abraço bem apertado, daqueles que descrevo no livro♥