LITERATURA

 Herdeiro da epopeia, o romance moderno é tipicamente um gênero narrativo, assim como a novela e o conto.

A diferença entre romance e novela não é clara, mas costuma-se definir que no romance há um paralelo de várias ações, enquanto na novela há uma concatenação de ações individualizadas. No romance, uma personagem pode surgir a meio da história e desaparecer depois de cumprir sua função. Outra distinção importante é que no romance o final é um enfraquecimento de uma combinação e ligação de elementos heterogêneos, não o clímax.

Há de notar que o romance tornou-se gênero preferencial a partir do Romantismo, por isso ficando o termo romance associado a este. Entretanto o Realismo teria no romance sua base fundamental, pois apenas este permitia a minúcia descritiva, que exporia os problemas sociais.

No Brasil os anos 1950 foram férteis: 1956, por exemplo, é considerado um dos grandes marcos literários do país; foram publicados naquele ano O encontro marcado, de Fernando Sabino;Doramundo, de Geraldo FerrazVila dos Confins, de Mário Palmério e Grande Sertão: Veredas, de Guimarães Rosa. Ainda desta década é Gabriela, Cravo e Canela (1958), de Jorge Amado. Atrilogia O tempo e o vento, de Érico Veríssimo, teve seu primeiro volume, O continente, publicado em 1949 e O retrato, em 1951.

A partir daí então o romance sofre concorrência do desenvolvimento do jornalismo, o cinema, o rádio, a TV; e mais recentemente os computadores e a Internet. O que se tem visto, no entanto, são os rivais se transformarem em aliados do romance: a imprensa escrita veio influenciar e divulgar a literatura, com o cinema a mesma coisa acontece. A Internet também vem se transformando numa divulgadora da literatura.

Em Repertório, Michel Butor diz que o romance é o laboratório da narrativa. E não há espaço mais propício para se fazer novas experiências do que um laboratório. Uma literatura que pretende representar o mundo só o fará se acompanhar as mudanças desse mundo. É preciso, então, mudar a própria noção de romance.

Esse laboratório da narrativa vem ao encontro das relações atuais do romance com as transformações cada vez mais dinâmicas da sociedade contemporânea. O que morre no romance é a antiga estrutura que é necessariamente marcada pela coerência interna da qual se espera extrair o sentido da narrativa. A crença em alcançar significados coerentes é que está em crise. A sociedade atual assiste ao fim das ideologias e à falência tanto da sociedade burguesa quanto da socialista. O romance clássico representa a falácia de um estilo de pensamento ultrapassado pela racionalidade histórica pós moderna.

Que a palavra romance se desgastou ao ponto de se criar preconceitos em torno dela, isso não se discute. Há pessoas, por exemplo, que acreditam que o fato de não lerem romances é um sintoma de intelectualidade. Na maioria das vezes, entretanto, quando se diz "eu não leio romance" está-se querendo dizer eu não leio prosa de ficção. Assim o preconceito se espalha para a literatura em geral. Outra coisa indiscutível é o fato de o romance não ocupar mais o mesmo espaço que ocupou até o início deste século. Michel Butor diz que é preciso compreender que toda invenção literária, hoje em dia, produz-se no interior de um ambiente já saturado de literatura. Para Henry James “Retrato de uma senhora” o romancista é alguém para quem nada está perdido. Para Mishima a literatura é uma flor imperecível. Para Barthes a única verdadeira crise do romance acontece quando o escritor repete o que já foi dito ou quando deixa de escrever.

A pior crise que já tive notícia sobre um escritor deste gênero, é a história de Camilo Castelo Branco e o seu trágico final. A vida dele foi um perfeito romance.

Estou engajada a escrever um romance. Claro que haverá história de amor, por consequência do laboratório utilizado, entretanto pretendo escrever sem preconceitos. Estarei criando meu próprio estilo, despreocupada, porém bem intencionada. Quem sabe tentando fugir dos mecanismos e ferramentas que produzem o fim das ideologias e à falência das sociedades.

 

 

 

Aqui você vai encontrar os links das principais resenhas publicadas nas redes.

Vale salientar que a Catho, maior site de classificados de empregos do Brasil, também recomendou o livro Mulheres Guerreiras em seu Portal Carreira & Sucesso, na semana do dia Internacional da Mulher de 2015. Vale a pena conferir:goo.gl/Z3eC90

Desbrava(dores) de livros: goo.gl/vWcIB2

Livros, vamos devorá-los: goo.gl/lGmxNI

Resenhando a Arte: goo.gl/D7Z60k

MilkShake de palavras: goo.gl/hDbGQu

Blog Everything But the Books: goo.gl/eIUQdF

Quem gosta de ler: goo.gl/yRLpzS

Livrofagia: goo.gl/Rvh74E

O mundo de Mari: goo.gl/MiQEne

Tenda dos livros: goo.gl/QnQ16Q

Resenhando a Arte by Leonardo Carvalho: goo.gl/5r8vss

Leitura Virtual: goo.gl/pR1eMG

♥♥♥

Tenho outras resenhas, entretanto acho desnecessário mais que onze ok?

Interessante é que no meio dessas onze, três foram feitas por homens: Resenhando a Arte pelo querido e amado Leonardo, Desbrava(dores) de livros pelo já conhecido e respeitadíssimo  Marcos de Sousa, o meu fofo lindo Raphael Sulivã do Quem gosta de ler, lembrando que Raphael tem apenas 13 anos. O Isaac Zedecc bem jovem também, aos 14 anos já leu até livro que contém pornografia, tudo em nome da literatura!hehehehe

O mais interessante disso tudo é que após a leitura dessas resenhas me senti fortificada. Todos os queridos blogueiros(as) foram altamente profissionais e justos em suas colocações. Saber ainda que os homens estão gostando, e mais, os meninos, pásmem! Nunca imaginei que meu livro seria devorado por meninos também. Isso é muito motivador. Cada resenha uma emoção diferente, mas todas muito fortes.

Estou disposta a continuar até o fim. Assim como prometi no livro, vou seguir a carreira de escritora e o segundo livro (é segredo, não contem pra ninguém, rsrsrsrs) já consegui terminá-lo, mas não posso divulgar de forma alguma, pois inscrevi o mesmo num concurso muito importante pra mim, e o edital deixa bem claro a exclusividade. Enfim, concebi um romance bem bonito e emocionante, vocês vão gostar também.Fiquem torcendo por mim. 

Assim que tiver novidades eu falo pra vocês ok?

Obrigada a todos, do fundo do meu coração.

Abraço bem apertado, daqueles que descrevo no livro♥